Defesa de Qualificação de Doutorado - Lenardo Chaves e Silva, em 05/03, às 14:30hs

postado em 8 de fev de 2015 04:01 por Franklin de Souza Ramalho   [ 8 de fev de 2015 04:03 atualizado‎(s)‎ ]
Candidato: Lenardo Chaves e Silva
Título do trabalho: Uma Arquitetura Baseada em Modelos para Testes de Sistemas Médicos Físico-Cibernéticos
Orientador(es): Hyggo Oliveira de Almeida e Angelo Perkusich

Data: 05/03/2015
Horário: 14h30
Local: Auditório do CEEI

Banca examinadora: Hyggo Oliveira de Almeida e Angelo Perkusich (orientadores), Pedro Fernandes Ribeiro Neto (UERN), Augusto José Venâncio Neto (UFRN), Kyller Costa Gorgônio (UFCG), Leandro Dias da Silva (UFCG).

Resumo: As atividades relacionadas às etapas de verificação e validação podem impactar o tempo de disponibilização no mercado de sistemas de software que requerem um maior grau de confiança em seu funcionamento. Este é o caso dos sistemas computacionais modernos aplicados à saúde, os denominados Sistemas Médicos Físico-Cibernéticos, desenvolvidos para auxiliar especialistas no controle e na tomada de decisão inerentes aos cuidados com a saúde do paciente. Por conta disso, o projeto de tais sistemas tem se tornado cada vez mais complexo, em especial, a etapa de validação desses sistemas, que inclui executar simulações mais realísticas e testes mais relevantes. Apesar de algumas iniciativas bem sucedidas para guiar os desenvolvedores nessas atividades, o número de registros de falhas de software tem crescido junto às agências regulamentadoras. Recentemente, formalismos utilizando modelos têm sido adotados para representar o comportamento de elementos do mundo físico e do mundo cibernético no domínio da saúde, visando criar cenários clínicos virtuais para testar esses sistemas. Porém, as abordagens existentes possuem uma série de limitações, tais como a restrição dos modelos desenvolvidos para fins específicos e a indisponibilidade de um modelo para simular o comportamento básico de saúde de um paciente. Este trabalho se propõe a definir uma arquitetura baseada em modelos para testes de Sistemas Médicos Físico-Cibernéticos, em que a solução seja generalista, reutilizável e formal. O objetivo é disponibilizar para o desenvolvedor uma solução que o possibilite definir cenários clínicos virtuais e executáveis a partir de modelos funcionais que simulem o comportamento de dispositivos médicos e pacientes, bem como do sistema a ser desenvolvido. Como possíveis benefícios oriundos dessa solução, pode-se elencar o aumento na confiança desses sistemas, sem impactar o tempo e o esforço requeridos para isso, bem como na produtividade na fase de testes. Além disso, busca-se uma melhoria na compreensão de como os elementos do sistema poderão interagir e como o sistema deverá atuar para garantir a segurança do paciente, antecipando a identificação de erros durante as etapas iniciais de projeto. Por fim, a viabilidade e aplicabilidade deste trabalho foram demonstradas por meio de estudos de casos para diferentes contextos clínicos.
Comments