Defesa de Tese de Doutorado de Leandro Melo de Sales, 06/06 às 08hs

postado em 20 de mai de 2014 12:01 por Franklin de Souza Ramalho   [ 23 de mai de 2014 03:44 atualizado‎(s)‎ ]
Candidato: Leandro Melo de Sales
Título: GMTP: Distribuição de Mídias Ao Vivo através de uma Rede de Favores Constituída entre Roteadores
Orientador(es): Angelo Perkusich e Hyggo Almeida

Data: 06 de Junho de 2014
Horário: 08hs
Local: Auditório do Embedded

Banca examinadora: Angelo Perkusich e Hyggo Almeida (orientadores), Stênio Flávio de Lacerda Fernandes (CIn - Centro de Informática, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)), Marcos Ricardo Alcântara Morais (Departamento de Engenharia Elétrica, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)), Leandro Dias da Silva (UFCG), Kyller Costa Gorgônio (UFCG).

Resumo: O aumento das conexões de banda larga à Internet resulta em uma maior exigência de qualidade de serviço dos sistemas de distribuição de mídias ao vivo, elevando-se os custos com largura de banda dos distribuidores de conteúdo. No estado da prática, constata-se que nas principais propostas, como o Denacast/CoolStreaming, prevalece o uso de uma arquitetura híbrida P2P/CDN, objetivando-se disseminar eficientemente o conteúdo multimídia (escala/qualidade). Já no estado da arte, observam-se avanços em novas arquiteturas, como a Rede Centrada no Conteúdo (CCN), baseada em um modelo de serviço do tipo pull e cache dos dados mais acessados nos roteadores. O problema das abordagens práticas é o consequente aumento no consumo de recursos de rede, resultante das estratégias adotadas nos protocolos de aplicação, propostos para suprir limitações das camadas inferiores e dispostos sem qualquer interoperabilidade. Como consequência, aumenta-se o tráfego de datagramas duplicados, limitando-se o desempenho dos sistemas de distribuição de mídias ao vivo – a Internet não foi projetada para este fim. Já em CCN, considera-se um modelo de serviço que não é apropriado para transporte de dados transientes, delegando-se a execução de serviços importantes aos nós clientes, quando deveriam ser prestados pela rede. Com isto, aumenta se a quantidade de pacotes de controle dependentes da capacidade de transmissão upstream, em geral menor, se comparada à capacidade de downstream, resultando na baixa qualidade dos serviços multimídia. Por estes e outros motivos detalhados neste trabalho, propõe-se o Global Media Transmission Protocol (GMTP), apresentado em duas perspectivas: projeto e desempenho. No projeto, propõe-se um protocolo multi-camada para disseminar eficientemente mídias ao vivo, através de uma rede de favores constituída entre nós roteadores. As parcerias entre os roteadores são determinadas pelos nós servidores, conforme medições das capacidades de transmissão dos canais já em uso para disseminar o conteúdo, obtidas e atualizadas por meio do controle de congestionamento assistido pela rede. Já na perspectiva de desempenho, estudou-se o GMTP em confrontos com as propostas supracitadas, avaliando-se as principais métricas de qualidade de serviço. Com base nos resultados obtidos por meio da simulação de um cenário real, demonstra-se que o GMTP obteve um desempenho 61,44% melhor que o Denacast/CoolStreaming e 36,18% melhor que o CCN-TV.
Comments