Defesa de Tese de Doutorado N. 50 - Thiago Emmanuel Pereira da Silva

postado em 24 de mai de 2016 12:59 por Coordenação da Pós-graduação em Computação da UFCG

Candidato(a): Thiago Emmanuel Pereira da Silva

Título do Trabalho: Metrologia da Captura e Reproduc¸ ˜ao de Rastros de Sistemas de Arquivos

Orientador(es): Francisco Vilar Brasileiro

 

Data: 14/06/2016

Horário: 14:00:00

Local: Auditório do LSD

 

Resumo: 

Métodos para avaliação de desempenho têm, por muito anos, apoiado a adoção, desenvolvimento e operação de sistemas de arquivos. Em particular, a reprodução de rastros de utilização é um método bastante popular. Apesar de sua popularidade, alguns trabalhos produzidos recentemente contestam — embora sem comprovação empírica — a qualidade dos resultados obtidos com esse método. Em nossa opinião, este ceticismo se deve, em larga medida, à falta de um protocolo suficientemente embasado para detectar e quantificar os erros das medições baseadas em reproduções de rastros. Uma vez que não sabemos como diagnosticar o problema, é provável que novos trabalhos adotem métodos de reprodução inadequados ou criem novos métodos sem preocupações metodológicas mais amplas. Em outras palavras, estamos fadados a repetir os erros anteriores ou introduzir novos erros. Nossa tese é que podemos tomar como base os protocolos desenvolvidos pela metrologia —a ciência de obter boas estimativas para medições conduzidas por meio de instrumentos de medição imperfeitos — para melhorar a qualidade da avaliação de desempenho de sistemas de arquivos baseada em rastros. Neste documento, desenvolvemos esta tese por meio de dois estudos de casos. O primeiro considera métodos de captura de rastros, enquanto o segundo considera métodos de reprodução de rastros. Em ambos, consideramos ferramentas populares descritas na literatura. No primeiro estudo de caso, ao aplicar o protocolo de metrologia, descobrimos fontes de erro que tornam as medições de captura de rastros bastante tendenciosas, embora precisas. Nós também mostramos como compensar as fontes de erro por meio de um processo de calibração — prática ausente na literatura. Ainda, descobrimos que os métodos de captura são sensíveis ao efeitos de cargas de fundo, as quais, quando não identificadas, podem comprometer o processo de calibração. No segundo estudo de caso, o protocolo de metrologia também nos permitiu observar fontes de erros que enfraquecem a qualidade das medições de reprodução. Embora o procedimento de calibração não seja aplicável nesse segundo caso, nosso resultados apontaram limitações nas ferramentas de reprodução e nas práticas correntes que quando reconsiderados, permitiram a melhoria na qualidade dos métodos considerados.

 

Banca Examinadora: 

(Membros Internos)

Raquel Lopes 

Lívia Campos

(Membros Externos)

Luiz Eduardo Buzato, UNICAMP

Antonio Marinho Pilla Barcellos, UFRGS

Comments