Defesa de Dissertação de Mestrado N. 593 de Gustavo Nóbrega Martins

postado em 3 de ago de 2016 12:45 por Coordenação da Pós-graduação em Computação da UFCG

Candidato(a): Gustavo Nóbrega Martins

Título do Trabalho: Avaliando Confiabilidade de Simulador em Redes de Sensores Sem Fio com Base em Plataforma Real de Sensoriamento

Orientador(es): 

Reinaldo Gomes

 

Data: 26/08/2016

Horário: 10:00:00

Local: Auditório CEEI

 

Resumo: As Redes de Sensores Sem Fio (RSSF) têm ganhado notoriedade em vários contextos de aplicações (e.g. aplicações militares, médicas e ambientais) em razão dos avanços obtidos no âmbito das tecnologias de sistemas eletromecânicos em escala micrométrica (Microscale Electro-Mechanical Systems - MEMS) e nanométrica (Nanoscale Electro-Mechanical Systems - NEMS). Esses progressos implicaram o desenvolvimento de nós sensores com menor custo, tamanho reduzido e com maior eficiência no consumo de energia. Uma RSSF é composta de vários nós sensores, distribuídos sobre uma área geográfica, com finalidade de monitorar grandezas e fenômenos físicos, tais como: temperatura, umidade, luminosidade, atividades sísmica, etc. Geralmente, esses sensores operam de forma autônoma, com restrições de memória e processamento, e um dos nós que compõe uma RSSF atua como estação base (Basestation), ou no sorvedouro, que é responsável por receber todos os dados sensoreados pela rede e repassa-los para um sistema de gerenciamento ou para uma rede externa. No contexto das RSSF, alguns desafios são o desenvolvimento de padrões, tamanho da rede, faixa de frequência de operação aberta, interoperabilidade entre equipamentos de diferentes fabricantes, etc. Adicionalmente, outra forte restrição em RSSF está acerca do fornecimento de energia limitado oriundo das baterias (única fonte de energia), pois em alguns tipos de aplicação a RSSF é implantada aleatoriamente, em locais de difícil acesso (e.g. aplicações militares e ambientais), assim não sendo possível realizar a substituição da bateria quando necessário. Dessa forma, o tempo de vida da rede se torna um requisito crucial para o sucesso da aplicação. Várias investigações têm sido realizadas no âmbito das RSSF em diversos aspectos (i. e. desenvolvimento de protocolos de roteamento, métodos de acesso ao meio, aprimoramento das técnicas de modulação na camada física, etc.). Parte considerável dessas investigações é conduzida por meio de simuladores, por diversas razões, como exemplo: custo e tempo. Entretanto, algumas pesquisas apontaram que simuladores, em RSSF, não contemplam fatores importantes que podem influênciar o desempenho das RSSFs. Outra vertente de pesquisa também questiona a acurácia das ferramentas de simulação em relação às RSSF reais. Esse trabalho de dissertação visou avaliar a acurácia do simulador de RSSF, Castalia, com base em uma RSSF real, no tocante a dois protocolos de comunicação: LEACH (Low Energy-Aware Clustering Protocol) e protocolo de comunicação direta. Resultados apontaram que os simuladores podem ter uma acurácia maior, caso seja realizado um ajuste “fino” usando como referência a especificação técnica do sensor, contudo pode-se observar que há uma superestimação por parte das ferramentas de simulação que pode ser mitigada com modelos mais elaborados (i.e. Taxa de consumo base dinâmica).

 

Banca Examinadora:

(Membros Internos)

Joseana de Macêdo Fechine

(Membros Externos)

Iguatemi Eduardo Da Fonseca, UFPB

Marcelo Portela Sousa, IFPB


Comments