Defesa de Dissertação de Mestrado N.º 573 - Izabela Vanessa de Almeida Melo, em 31/08, às 14hs

postado em 14 de ago de 2015 10:13 por Franklin de Souza Ramalho   [ 14 de ago de 2015 12:25 atualizado‎(s)‎ ]
Candidato: Izabela Vanessa de Almeida Melo
Título do trabalho: Um estudo qualitativo sobre arquitetura de software no desenvolvimento de sistemas reais
Orientador(es): Dalton Serey

Data: 31/08/2015
Horário: 14hs
Local: Auditório SPLab

Banca examinadora: Dalton Serey (Orientador), Roberto Bittencourt (UEFS), Marco Túlio Valente (UFMG), Tiago Massoni (UFCG).

Resumo: Desde os anos 90 a academia desempenha esforços para estudar e evoluir aspectos relacionados à Arquitetura de Software, aumentando seu volume de publicação a partir de 1999 (apesar de haver estudos datados de 1992). O aumento significativo das publicações nos últimos anos demonstra a importância e preocupação que a academia tem com relação a essa área. Porém, a partir da troca de experiência entre pesquisadores e profissionais da área, percebe-se que a indústria (quem produz os sistemas computacionais utilizados pela sociedade) não parece conhecer/utilizar o que é proposto pela academia. Consideramos muito importante a aliança entre a teoria e prática para aumentar a relevância das pesquisas. O contexto teórico sobre arquitetura de software, documentação arquitetural e verificação de conformidade arquitetural já é conhecido em nosso meio. Porém, qual é o contexto deles dentro da indústria? Como os profissionais definem o termo "arquitetura de software"? Como os profissionais realizam (se realizam) a documentação arquitetural? Como realizam (se realizam) a verificação de conformidade arquitetural? O que eles pensam sobre ferramentas de apoio à verificação de conformidade arquitetural? Para responder essas questões, realizamos um estudo qualitativo dividindo em 3 etapas. Primeiro, aplicamos um survey exploratório com o objetivo de entender o ambiente prático para ter uma noção sobre o contexto em foco. Enviamos o questionário para 149 profissionais e 4 grupos de discussão, obtendo uma taxa de resposta de 24,1%. Na segunda etapa entrevistamos 14 profissionais voluntários que responderam o survey exploratório (taxa de resposta de 40%). Nesta etapa, tínhamos o objetivo de aprofundarmos no contexto em foco. Por fim, nossa última etapa consistiu de um survey confirmatório que tinha o objetivo de confirmar nossas conclusões. Enviamos o questionário para os usuários do GitHub que possuíam e-mails visíveis e tinham mais de 100 seguidores (obtivemos uma taxa de resposta de 7,74%). Como resultados principais, observamos que não há uma única definição para o termo "arquitetura de software", dependendo de fatores desde a experiência do profissional até a empresa em que trabalham. Além disso, existem documentações arquiteturais, mas, a sua maioria não é rigorosa, formal e não é atualizada. Nem todos realizam verificação de conformidade arquitetural, e, quando realizam, normalmente é feita de forma manual. Os principais motivos para a não documentação e/ou verificação são falta de tempo ou falta de necessidade. Por fim, as ferramentas de apoio à verificação de conformidade arquitetural não são muito utilizadas e/ou conhecidas.
Comments