Dissertação de Mestrado: 19/08/2010, 10:00.

postado em 10 de ago de 2010 23:08 por Hyggo Oliveira de Almeida
Aluno: Stéfani Silva Pires.
Título: Técnica de Análise de Causa-raiz em Sistemas Elétricos de Potência.
Local: Auditório do CEEI.
Banca Examinadora: Jorge César Abrantes de Figueiredo, D.Sc (orientador), Jacques Philippe Sauvé, Ph.D (Examinador Interno), Wellington Santos Mota, Ph.D (UFCG/DE), (Examinador Externo).
Data: 19/08/2010.
Hora:10:00.

Resumo: Este trabalho apresenta uma técnica de análise de causa-raiz para sistemas elétricos de potência. A análise de causa-raiz é uma forma de auxiliar o operador na compreensão da ocorrência de falha, interpretando as ocorrências com efeito "cascata" entre os equipamentos. A técnica proposta utiliza o raciocínio baseado em regras, onde regras parametrizadas constroem um modelo de propagação com os diagnósticos de uma ocorrência de falha. A técnica permite apontar o elemento causador da ocorrência, e detalhar a sua propagação para os demais elementos em um modelo de causa-efeito. A utilização de regras parametrizadas traz grandes vantagens ao processo, permitindo que a técnica seja adaptável a alterações na topologia do sistema, e contribuindo para sua escalabilidade. Um estudo de caso foi elaborado para sua avaliação, no contexto da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (CHESF), onde foi desenvolvido um protótipo que implementa a técnica, e levantados um conjunto de regras parametrizadas e um conjunto de cenários de falha utilizando uma ferramenta de simulação de um ambiente real, o Simulop. Utilizamos também na avaliação, um conjunto de regressões, que são dados históricos armazenados pela CHESF. As regressões foram importantes na primeira fase de definição da técnica, mas apresentam problemas como a falta de dados, e comportamentos inesperados do sistema, onde a margem de acerto da técnica foi de 74%. Para o conjunto de cenários levantados com o Simulop, a técnica proposta conseguiu realizar com sucesso o processo de análise de causa-raiz, identificando a causa-raiz da ocorrência em 100% dos cenários de falha, e detalhando sua propagação para todos os outros equipamentos envolvidos em 89% dos cenários, onde a margem de erro é composta de dois cenários cuja propagação foi identificada apenas parcialmente, devido à falta de regras que contemplassem os cenários. Dessa forma, a técnica proposta se mostrou uma abordagem viável para análise de causa-raiz em sistemas elétricos. A margem de acerto reduzida nas regressões, indica que, para ser aplicada em um ambiente operacional real, faz-se necessário a elaboração de um conjunto de regras abrangente e que possa contornar esses problemas.

Agradecemos a sua presença.