Equipe de alunos de Computação da UFCG consegue medalha de ouro na maratona de programação brasileira

postado em 7 de nov de 2011 04:46 por Tanielzy Lela Araujo   [ 9 de nov de 2011 05:49 atualizado‎(s)‎ ]
Uma equipe composta por três estudantes (Felipe Abella, Diogo Anderson e Phyllipe César) do curso de Ciência da
Computação da UFCG e treinada pelo Prof. Rohit Gheyi, do Departamento de Sistemas e Computação (DSC), alcançou,
neste sábado (5/11), mais um feito extraordinário e histórico: conquistaram medalha de OURO na fase brasileira da competição ACM/ICPC (International Collegiate Programming Contest patrocinada pela IBM). Este é simplesmente o mais prestigiado torneio de programação de computadores do mundo, para se ter uma idéia, e
m 2010, foram mais de 24 mil inscritos de 2070 universidades em 88 países. Cerca de 100 times participaram da fase mundial.

A fase brasileira da competição possui 2 fases. Na primeira fase, participaram mais de 500 equipes, das quais as 50 melhores se classificaram para a segunda fase, que ocorreu em Goiânia. Nesta fase, a equipe da UFCG, denominada "Modus Ponens Malditus", resolveu sete dos onze problemas dados pela organização durante cinco horas ininterruptas, ficando no 3º lugar geral, o que lhes rendeu a medalha de ouro e a classificação para representar o Brasil na fase mundial da competição da ACM/ICPC, que será realizada entre os dias 14 e 18 de Maio de 2012 em Varsóvia na Polônia (http://cm.baylor.edu/welcome.icpc). É a primeira vez na história que um time paraibano irá representar o Brasil na fase mundial da competição.

Confira o resultado final 

Foto do time campeão
   http://twitter.com/#!/olimp_pb/media/slideshow?url=pic.twitter.com%2FJSFJLpmz

Vídeo da cerimônia de premiação
http://yfrog.com/2qt1az

Este resultado é mais um fruto do trabalho realizado pelo Departamento de Sistemas e Computação da UFCG, que desde 2008 organiza anualmente a Olimpíada Paraibana de Informática (OPI) para estudantes dos níveis fundamental, médio e superior (http://www.dsc.ufcg.edu.br/~opi/).

Para termos estes resultados, o apoio da reitoria da UFCG não só tem viabilizado a organização dos torneios locais como também a participação dos alunos nos locais de prova. Estas ações mostram o comprometimento da universidade com iniciativas diferenciadas de ensino e extensão.
Comments