Defesa de Tese de Doutorado N.º 43 - Lesandro Ponciano dos Santos, em 23/11, às 13:30hs

postado em 30 de out de 2015 04:45 por Franklin de Souza Ramalho
Candidato: Lesandro Ponciano dos Santos
Título do trabalho: Computação por Humanos na Perspectiva do Engajamento e Credibilidade de Seres Humanos e da Replicação de Tarefas
Orientador(es): Francisco Vilar Brasileiro

Data: 23/11/2015
Horário: 13h30
Local: Auditório do CEEI

Banca examinadora: Francisco Vilar Brasileiro (Orientador), Jussara Almeida (UFMG), Rafael Duarte Coelho dos Santos (INPE), Herman Martins Gomes (UFCG), Nazareno Andrade (UFCG). 

Resumo: Computação por humanos (human computation) é um modelo de computação que se baseia na coordenação de seres humanos para resolver problemas para os quais o sistema cognitivo humano é mais rápido ou preciso que os atuais sistemas computacionais baseados em processadores digitais. Em sistemas de computação por humanos, ao invés de máquinas, os processadores que realizam as computações são seres humanos. Usar adequadamente o poder cognitivo provido por tais seres humanos é fundamental para o sucesso desse tipo de sistema. Entretanto, pouco se sabe sobre as características de oferta de poder cognitivo e de como o sistema pode utilizá-la de forma otimizada. Este estudo visa avançar esse conhecimento. Como referencial teórico-conceitual, propõe-se uma articulação de teorias e conceitos sobre computação por humanos, engajamento, credibilidade e otimização de desempenho. Considerando essa articulação, são propostas métricas para analisar a oferta de poder cognitivo em termos do engajamento e da credibilidade dos participantes. Como estudo de caso de estratégia de otimização de desempenho, propõe-se um algoritmo de replicação de tarefas que visa melhorar o uso do poder cognitivo levando em conta informações de credibilidade dos participantes. Por meio de análise de distribuições, correlações, regressões, classificação e agrupamento, os comportamentos de engajamento e credibilidade são caracterizados usando dados de seis sistemas reais. Entre os resultados obtidos, destacam-se diversos padrões comportamentais identificados na caracterização. Há duas classes de engajamento de participantes: os transientes, que atuam no sistema em apenas um dia e não retornam, e os regulares, que apresentam um engajamento mais duradouro. Os regulares são a minoria, mas são os mais importantes por agregarem maior tempo de computação ao sistema. Eles também não são homogêneos; subdividem-se em cinco grandes perfis, que podem ser rotulados como: empenhados, espasmódicos, persistentes, duradouros e moderados. A credibilidade dos participantes pode ser medida usando várias métricas baseadas no nível de concordância entre eles. A credibilidade dos participantes está negativamente correlacionada com a dificuldade das tarefas. Simulações do algoritmo de replicação proposto mostram que ele possibilita um melhor uso do poder cognitivo provido pelos participantes e permite tratar diversos compromissos entre os diferentes requisitos de qualidade de serviço.
Comments