Exame de Qualificação: 26/06/2010, 08:30.

postado em 15 de jun de 2010 06:57 por Hyggo Oliveira de Almeida
Aluno: Eanes Torres Pereira.
Título: Detecção Robusta de Faces Utilizando uma Estratégia de Combinação de Classificadores e Representações Integrais de Imagens.
Local: Auditório do CEEI.
Banca Examinadora: Herman Martins Gomes, PhD, DSC/UFCG (Orientador), João Marques de Carvalho, PhD, DEE/UFCG (Orientador), José Eustáquio Rangel de Queiroz, DSc, DSC/UFCG, Claudio Rosito Jung, Dr., UFRGS, Rogerio Schmidt Feris, PhD, IBM e University of Washington.
Data: 26/06/2010.
Hora: 08:30.

Resumo: Esta proposta de tese apresenta uma nova abordagem para detecção robusta de faces em imagens digitais. Aqui o termo robusta refere-se à capacidade de detecção de faces com variações de iluminação, oclusão, pose e orientação. Apesar de já haver na literatura especializada e na indústria várias propostas e softwares para detecção de faces em imagens digitais, ainda há muito trabalho a ser feito. Em sua maioria, os detectores de faces que clamam detecção em tempo real realizam tal detecção em imagens de baixa resolução e não possuem robustez a todas as variações padrão que uma imagem de face pode ter (principalmente pose, orientação e iluminação). Os detectores que conseguem grande robustez às variações da face geralmente o fazem por meio da criação de uma hierarquia de classificadores, sendo que cada classificador é responsável por uma faixa de variação da face. A utilização de uma hierarquia de classificadores pode tornar a classificação mais demorada. A abordagem proposta visa realizar detecção robusta por meio da utilização de representações integrais de imagens e combinação de classificadores obtida pela geração de modelos SVM (Support Vector Machine). As características utilizadas para representar imagens são: Razões Otimizadas de Faces, Histogramas Integrais e Padrões Binários Locais Integrais. As representações por meio de Razões Otimizadas de Faces e Padrões Binários Locais Integrais constituem duas das principais contribuições deste trabalho. Foram realizados experimentos para validação da abordagem proposta, sobre diversas bases de imagens de faces de amplo uso na literatura, que comprovam a robustez da mesma às três variações de faces supracitadas. Além disso, foram realizados experimentos com detectores disponíveis para download na web para fins de comparação dos resultados obtidos pela abordagem proposta. Os resultados destes experimentos corroboram com a competitividade da abordagem proposta em relaçao aos detectores de face existentes.

Agradecemos a sua presença.