Proposta de Dissertação: 11/03/2011, 15:00.

postado em 11 de mar de 2011 05:08 por Hyggo Oliveira de Almeida
Aluno: Leiva Casemiro Oliveira. 
Título: Sistema computacional para biossensor baseado na ressonância de plasmons de superfície. 
Local:  Auditório LARCA (Laboratório de Referência em Controle e Automação). 
Data: 11/03/2011.  
Horário: 15:00. 
Banca Examinadora: Prof. Elmar Uwe Kurt Melcher (orientador), Prof. Antonio Marcus Nogueira Lima (orientador), Franz Helmut Neff (DEE/UFCG), Marcos Morais (DEE/UFCG). 

Resumo: Ao tratar de saúde pública, a dengue, em especial, muito tem preocupado a população mundial, atualmente 2,5 bilhões de pessoas encontram-se sob condições de risco de contágio da doença, com estimativas de 50 milhões de pessoas infectadas a cada ano. Os métodos convencionais para detecção de interações biológicas (cromatografia, equilíbrio de diálise, testes imunológicos e espectroscopia) possuem características intrínsecas que dificultam/impossibilitam o desenvolvimento de equipamentos para atuação em campo. Nesse sentido, equipamentos analíticos de interações biomoleculares menos onerosos, que forneçam o resultado em um curto espaço de tempo, poucos minutos após a coleta do material sorológico, e livre da necessidade de marcadores, que podem interferir na análise, são necessários à medida que a reincidência de certas doenças virais põem em risco a saúde pública. Um biossensor é um dispositivo bioquímico-eletrônico capaz de identificar, processar e quantificar um evento biológico. Os biossensores baseados na ressonância de plasmons de superfície (SPR) possuem características vantajosas, tais como menor tempo de processamento da análise da amostra e um ônus menor do processo completo em relação aos outros métodos, miniaturização, versatilidade, análise em tempo real e a não necessidade de marcadores especiais para detectar substâncias de interesse. Este trabalho propõe a construção de um biossensor SPR, portátil e autônomo, utilizando a tecnologia FPGA, cuja finalidade volta-se para a análise da interação antígeno-anticorpo do vírus da dengue.

Agradecemos a sua presença.